12 Passos de CCA

Os 12 Passos são o coração do programa de CCA.

1º Passo - Admitimos que éramos impotentes perante a comida - que tínhamos perdido o domínio de nossas vidas. (Honestidade)

2º Passo - Viemos a acreditar que um Poder Superior a nós mesmo poderia devolver-nos a sanidade. (Esperança)

3º Passo - Decidimos entregar nossa vontade e nossa vida aos cuidados de Deus, na forma em que O concebíamos. (Fé)

4º Passo  - Fizemos minucioso e destemido inventário moral de nós mesmos. (Coragem)

5º Passo  - Admitimos perante a Deus, perante nós mesmos e perante outro ser humano a exata natureza de nossas falhas. (Integridade)

6º Passo  - Prontificamo-nos inteiramente a deixar que Deus removesse todos esses defeitos de caráter. (Boa Vontade)

7º Passo - Humildemente rogamos a Ele que nos livrasse das nossas imperfeições.(Humildade)

8º Passo - Fizemos uma relação de todas as pessoas que tínhamos prejudicado e nos dispusemos a reparar os danos a elas causados. (Auto disciplina)

9º Passo - Fizemos reparações diretas dos danos causados a tais pessoas, sempre que possível, salvo quando fazê-lo significasse prejudicá-las ou a outrem. (Amor ao Próximo)

10º Passo - Continuamos fazendo o inventário pessoal e quando estávamos errados nós o admitimos prontamente. (Perseverança)

11º Passo  - Procuramos, por meio da prece e da meditação, melhorar nosso contato consciente com Deus na forma em que O concebíamos, rogando apenas o conhecimento de Sua vontade e relação a nós e forças para realizar essa vontade. (Espiritualidade)

12º Passo - Tendo experimentado um despertar espiritual graças a estes passos, procuramos transmitir esta mensagem aos comedores compulsivos e por em prática estes princípios em todas as nossas atividades. (Serviço)

*A permissão para usar os Doze Passos de Alcoólicos Anônimos para adaptação foi concedida por A.A. World Services, Inc.

 

12 Tradições de CCA



1º Tradição - Nosso bem-estar comum deve estar em primeiro lugar; a recuperação individual depende da unidade de CCA. (Unidade)

2º Tradição - Somente uma autoridade preside, em última análise, o nosso propósito comum - um Deus amantíssimo que se manifesta em nossa consciência coletiva. Nossos líderes são apenas servidores de confiança; não têm poderes para governar.(Confiança)

3º Tradição - Para ser membro de CCA, o único requisito é o desejo de parar de comer compulsivamente. (Identidade)

4º Tradição - Cada grupo deve ser autônomo, salvo em assuntos que digam respeito a outros grupos ou a CCA em seu conjunto.(Autonomia)

5º Tradição - Cada grupo é animado por um único propósito primordial - o de transmitir sua mensagem ao comedor compulsivo que ainda sofre. (Objetivo)

6º Tradição - Nenhum grupo de CCA deverá jamais sancionar, financiar ou emprestar o nome CCA a qualquer sociedade parecida ou empreendimento alheio à Irmandade, a fim de que problemas de dinheiro, propriedade e prestígio não nos afastem do nosso objetivo primordial. (Solidariedade)

7º Tradição - Todos os grupos de CCA deverão ser absolutamente auto-suficientes, rejeitando quaisquer doações de fora. (Responsabilidade)

8º Tradição - Comedores Compulsivos Anônimos deverá manter-se sempre não-profissional, embora nossos centros de serviço possam contratar funcionários especializados. (Irmandade)

9º Tradição - CCA jamais deverá organizar-se como tal; podemos, porém, criar juntas ou comitês de serviços diretamente responsáveis perante aqueles a quem prestam serviços. (Estrutura)

10º Tradição - Comedores Compulsivos Anônimos não opina sobre questões alheias à Irmandade; portanto, o nome de CCA jamais deverá aparecer em controvérsias públicas. (Neutralidade)

11º Tradição - Nossas relações com o público baseiam-se na atração em vez da promoção; cabe-nos sempre preservar o anonimato pessoal em jornais, no rádio, em filmes, na televisão e em outros meios públicos de comunicação. (Anonimato)

12º Tradição - O anonimato é o alicerce espiritual das nossas tradições, lembrando-nos sempre da necessidade de colocar os princípios acima das personalidades. (Espiritualidade)


*A permissão para usar As Doze Tradições de Alcoólicos Anônimos para adaptação foi concedida por A.A. World Services, Inc.
 

12 Conceitos de CCA



1º Conceito - A responsabilidade e a autoridade finais pelos serviços mundiais de CCA recaem na consciência coletiva de toda a Irmandade. (Unidade)

2º Conceito - Os grupos de CCA delegaram à Conferência de Serviço Mundial a manutenção ativa de nossos Serviços mundiais; por conseguinte, a Conferência de Serviço Mundial é a voz, autoridade e consciência efetiva de CCA como um todo.(Consciência)

3º Conceito - O direito de decisão, baseado na confiança, torna possível uma liderança efetiva.(Confiança)

4º Conceito - O direito de participação assegura para todos igualdade de oportunidades no processo de tomada de decisões. (Igualdade)

5º Conceito - Os indivíduos têm o direito de apelação e petição, a fim de assegurar que suas opiniões e queixas pessoais sejam cuidadosamente consideradas.(Consideração)

6º Conceito - A conferência de Serviço Mundial confiou a Junta de Custódios a responsabilidade principal pela administração de Comedores Compulsivos Anônimos. (Responsabilidade)

7º Conceito - A Junta de Custódios tem direitos legais e responsabilidades a ela conferidos pelos Estatutos de OA Inc., subparte A; os direitos e responsabilidades da Conferência de Serviço Mundial lhe são conferidos por tradição e pelos Estatutos de OA, subparte B. (Equilibrio)

8º Conceito - A Junta de Custódios delegou ao seu Comitê Executivo a responsabilidade de administrar o Escritório de Serviço Mundial. (Delegação)

9º Conceito - Competentes servidores de confiança, juntamente com métodos apropriados de escolhê-los, são indispensáveis para o funcionamento eficaz do serviço em todos os níveis de serviço. (Habilidade)

10º Conceito - A responsabilidade pelo serviço é equilibrada por cuidadosa definição das atribuições de serviço; desta forma, evita-se a duplicação de esforços. (Clareza)

11º Conceito - A administração do escritório de serviço Mundial feita pelos Custódios deve sempre ser auxiliada pelos melhores comitês permanentes, equipes executivas e consultores. (Humildade)

12º Conceito - O fundamento espiritual dos serviços garante que: (Diretrizes, Generosidade, Realismo, Representação, Diálogo, Compaixão e Respeito)

a) Os comitês ou juntas de serviço de CCA nunca se tornem sede de perigosa riqueza ou poder.
b) Fundos operacionais suficientes acrescidos de uma ampla reserva sejam o princípio financeiro prudente de CCA.
c) Nenhum membro de CCA seja colocado em posição de autoridade irrestrita.
d) Todas as decisões importantes deverão ser alcançadas depois de discussão, votação e, sempre que possível, por unanimidade substancial.
e) Nenhuma ação de serviço deverá jamais ser pessoalmente punitiva ou uma incitação à controvérsia pública.
f) Nenhum comitê ou junta de serviço de CCA execute qualquer ato de governo e cada um deles permaneça sempre democrático em pensamento e ação.

*A permissão para usar os Doze Conceitos de Alcoólicos Anônimos para adaptação foi concedida por A.A. World Services, Inc.